quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

FICA A DICA;
Se você não sabe o que dar de presente de natal...
Que tal o VOUCHER TRIO GOURMET- com ele seu presenteado tem direito a refeição completa, um suco ou refrigerante e sobremesa...



quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Bom dia!


quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Contando histórias


Nossa como o Trio têm se intensificado em promover coisas interessantes... Venham e confiram....

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Trio Gourmet

O Trio Gourmet
Sua história
Ele nasceu de ideais bem definidos, acompanhados de sonhos mais ou menos realistas e de enormes doses de obstinação, perseverança e obsessão. Nossa maior motivação no princípio foi tentar realizar algo que as pessoas estivessem inconscientemente desejando.A vontade de empreender foi diretamente proporcional ao prazer de acertar neste alvo. Não via o Trio apenas como um negócio, mas sim como uma enorme paixão. Sempre acreditei que o lucro é decorrência de um trabalho bem feito. Se houver amor nessa proposta, o lucro virá com naturalidade. Hoje temos convicção de que no Trio não servimos só comida, mas também carinho e amor pelo que fazemos.
O Trio Gourmet nasceu  da carência que um de seus sócios fundadores observava no mercado de restaurantes do centro da cidade, em 2010. Na época comia-se em restaurantes tradicionais, sisudos e tipicamente voltados para o público que trabalha no centro e para os passantes. A comida era substanciosa, gordurosa com muito churrasco, o serviço era comum e os preços semelhantes aos espaços abertos a esse público. O consumidor era vencido pela mesmice e pela falta de opção. Deste panorama nasceu a nossa proposta culinária que elegeu a salada como prato principal de uma gastronomia mais leve, saudável e adequada ao nosso clima. O público-alvo era as pessoas que trabalhavam e almoçavam diariamente no Centro e que perceberiam aos poucos os ganhos que teriam com essa proposta.
Tivemos a sorte de criar um novo conceito de salada, mais substanciosa e variada. A razão maior do sucesso deste novo produto foi criar misturas inusitadas e impensáveis para a comida a quilo,  usando carnes, peixes, cereais, grãos, frutas, laticínios, junto com verduras, legumes e tubérculos etc.
Pretendíamos também inovar na ambientação. Assim sendo, queríamos que as pessoas sentassem em qualquer lugar, mesmo junto com outras. A escassez de lugares permitiu que isso acontecesse e muitas amizades. O Trio virou referência gastronômica. A decoração, também inusitada, em muito contribuiu para transformar aquela hora do almoço num momento agradável e descontraído.
Por último, nos impusemos a viabilizar preços compatíveis com nossos produtos e qualidade de apresentação que surpreendessem o cliente quando ele avaliasse a relação custo-benefício. De nada adiantaria essas descobertas e inovações se não gostássemos de trabalhar muito, de servir e de lidar com pessoas! Quando abrimos as portas tínhamos a necessidade de fornecer aos nossos clientes e amigos uma comida melhor e dedicada a ele. Tivemos que ser criativos dia a dia, ampliar a mente às necessidades dos clientes, compramos novos equipamentos e aprendemos  a administrar um furacão de exigências para as quais não estávamos absolutamente preparados. Erramos tudo que podíamos errar. Não éramos do ramo e não tínhamos a menor idéia das dificuldades que estariam por vir.
Para criar o Trio alguns paradigmas muito enraizados em nossa cultura tiveram que ser vencidos:
Ser proprietário de restaurante no centro era loucura, afinal era um investimento muito alto, ainda mais em Goiânia, uma cidade  acostumada com a comida da “roça”. Colocar a gastronomia internacional a quilo combinada com a culinária de fusão era   uma atividade para pessoas inovadoras e um pouco malucas. Havia uma disfarçada aversão por parte da sociedade aos pequenos negócios, considerados como atividades de menor "status" social. Trocar uma carreira por um pequeno negócio era uma aventura impensável. O segundo paradigma dizia respeito ao comércio do Centro da cidade, cujo perfil era muito antigo, restrito e conservador, avesso portanto a inovações. Outro interessante paradigma a ser quebrado foi o da fusiolidade  do Trio, que é uma de suas características mais marcantes.
O nome "Trio Gourmet" traduziu com precisão tudo o que sentíamos na faculdade e em 01/10/2011, depois de muito sofrimento com obras e imprevistos, abrimos as portas ainda com muito improviso e muito por fazer. Muitos funcionários que fundaram esta empresa e passaram por toda esta agonia inicial, felizmente ainda estão conosco. Outros que se foram são amigos que até hoje.


quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Pescada a brasileira

ingredientes

  • Molho de uvas passas:
  • 100g de uvas passas brancas
  • 50g de uvas passas pretas
  • 400 ml de fundo de galinha claro
  • 50g de cheiro verde picado
  • 100g de manteiga com sal
  • Pescada:
  • 600g de pescada amarela
  • QB de farinha de trigo
  • sal
  • pimenta
  • suco de 5 limões
  • 100ml de vinho branco seco
  • 2 ramos de alecrim
  • manteiga clarificada
  • Banana Grelhada:
  • 5 und. de banana branca
  • 10g de açúcar
  • 30g de manteiga clarificada
  • Decoração:
  • salsinha
  • cebolinha
  • physalis
  • redução de aceto

modo de preparo

  • Para o molho:
  • Em um frigideira alta, coloque a manteiga em fogo brando até ela começar a dourar, quando ela espumar
  •  pela segunda vez adicione as uvas passas e o caldo de galinha. Deixe reduzir na proporção de 1/3.
  •  Finalize com tempero verde.
  • Para a pescada:
  • Deixe a pescada marinando com o suco de limão, vinho branco, alecrim, sal, pimenta por 10 minutos.
  •  Retire a pescada da marinada e passe-a no trigo, envolvendo por completo.
  •  Bata para sair o excesso. Em uma chapa de ferro bem quente coloque a manteiga clarificada,
  •  coloque a pescada virada com o lado da pele para baixo. Deixe ficar dourado dos dois lados.
  • Para a banana:
  • Retire a casca das 5 bananas. Corte-as ao meio em sentido vertical.
  •  Grelhe-as em uma chapa de ferro com manteiga clarificada.
  •  Adicione açúcar se a banana ainda estiver um pouco verde.
  • Montagem:
  • Coloque o molho de uvas passas, depois as bananas (uniformes), 
  • coloque a pescada em cima das bananas. decore com temperos verdes,
  •  redução de aceto balsâmico e physalis.

domingo, 20 de julho de 2014

Hambúrguer de salmão em bolo do caco com maionese de wasabi


Hambúrguer de salmão em bolo do caco com maionese de wasabi

Ingredientes para 6 hambúrgueres:
600 g de salmão limpo de peles e espinhas
50 g de cebola
1 dente de alho
7 g de rama de funcho
30 g de pão ralado
40 g de mostarda em grão à antiga
bolos do caco Primus
1 tomate grande cortado às rodelas
6 folhas de alface
1 colher de sopa de azeite
Maionese de wasabi q.b.
Sal e pimenta-preta q.b.


1. Picar o salmão no robot de cozinha ou numa picadora.

2. Colocar o salmão picado numa taça. Adicionar a cebola picada, o dente de alho espremido, a rama de funcho picada, o pão ralado, a mostarda, sal e pimenta preta a gosto. Mexer de modo a envolver muito bem os ingredientes.

3. Moldar seis hambúrgueres. Colocar os hambúrgueres num tabuleiro forrado com papel vegetal. Tapar os hambúgueres com outra folha de papel vegetal e levar ao frigorífico durante, pelo menos 30 minutos.

4. Colocar o azeite numa chapa para grelhar e levar ao lume. Assim que estiver quente, colocar os hambúrgueres e grelhar, virando-os a meio.

5. Abrir ao meio os bolos do caco.

6. Numa das metades dispor uma folha de alface, uma rodela de tomate, um hambúrguer, barrar a superfície com maionese e tapar com a outra metade do bolo do caco. Repetir a operação para os restantes hambúrgueres.


Maionese de wasabi

Ingredientes:
150 g de maionese
2 colheres de chá de pasta de wasabi

1. Numa taça misturar a pasta de wasabi com a maionese.



sexta-feira, 18 de julho de 2014

Uma questão de sabor

Cada um de nós tem um conjunto de alimentos preferidos. Pode ser o suave sabor do chocolate, o sabor único de um queijo forte ou as especiarias de um molho para pastas.

As nossas preferências por uns alimentos, ou outros, resulta de uma complexa interação de vários factores, como a genética, idade, experiências alimentares em criança, costumes étnicos, o ambiente envolvente quando se experimenta pela primeira vez e as reações fisiológicas a esse alimento.
Uma coisa é clara – o sabor dos alimentos é dos factores que mais influencia a seleção dos alimentos. Quando nos colocamos alerta para as mensagens de nutrição, pensamos quase sempre que para comer de forma saudável, temos de renunciar aos alimentos mais saborosos. Os comunicadores de nutrição devem combater esta percepção assegurando que uma alimentação saudável e os alimentos saborosos podem andar “de mãos dadas”.

Mais sabor do que satisfação

O que chamamos habitualmente de “gosto” do alimento é na realidade “sabor”, que resulta da interação dos sentidos do gosto e do olfacto. Outras sensações, como o picante das especiarias, a trincadela de uma menta forte ou o crepitar de uma bebida carbonatada, tal como a textura, temperatura e a aparência também são experiências de sabor.
Cerca de 80% do que percepcionamos como sabor é na realidade aroma. O ser humano consegue distinguir cerca de 20.000 odores diferentes e 10 ou mais graus de intensidade. O aroma ocorre quando os odores alcançam os receptores olfactivos da cavidade nasal, através de duas vias – inalação pelas fossas nasais e pelo atravessar da zona interna da boca, ao mastigar e deglutir.
O gosto propriamente dito é perceptível pela língua. Os indivíduos nascem dotados de 10.000 papilas gustativas localizadas atrás, de lado e à ponta da língua, no palato e na garganta. Quando as células receptoras do gosto recebem os estímulos, estas detectamos cinco gostos primários: doce, ácido, salgado, amargo e “umami”, o gosto saboroso do glutamato dos alimentos proteicos deve-se ao glutamato monossódico.

O sabor muda com a idade

As papilas gustativas aparecem quando o feto tem sete ou oito semanas e são funcionantes a partir do terceiro trimestre de gravidez. A variedade de gostos e sabores são transmitidos pelo líquido amniótico. Os bebés experimentam os gostos primários em diversos graus. Os lactantes experimentam desde cedo uma grande variedade de sabores, uma vez que o leite materno transporta o sabor dos alimentos e das especiarias ingeridas pela mãe. Todas estas experiências afectam as preferências alimentares de cada indivíduo durante a sua vida.

O gosto perde-se com a idade

A partir dos 60 anos, mesmo os indivíduos saudáveis, começam a perder o sentido do gosto e mais dramático, o sentido do olfacto.
O declínio do gosto e do olfacto resulta numa diminuição do apetite, o que aumenta o risco de malnutrição nos idosos, perda de peso e aumento da suscetibilidade destes para as doenças. Realçar o sabor dos alimentos e torná-los com uma textura agradável pode estimular o apetite dos indivíduos idosos e ajudar a melhorar o seu estado nutricional e imunitário. Uma possibilidade para aumentar o sabor dos alimentos é usar sumos de fruta, especiarias e ervas.

Recomendação saborosa

“As pessoas não gostam de comer alimentos que não gostam”, assinala a dietista Renate Fenz, presidente honorífica da Federação Europeia de Associações de Dietistas. “Todos temos preferências alimentares pessoais e não apreciamos necessariamente da mesma maneira. Reconhecer os gostos individuais é muito importante quando se aconselha um indivíduo.
As recomendações nutricionais individualizadas devem estar de acordo com as necessidades alimentares, estilo de vida e preferências pessoais. Encontrar alimentos saudáveis e apetitosos é fundamental para garantir o sucesso a longo prazo da dieta saudável”.

Conselhos, truques e técnicas com sabor

Os conselheiros nutricionais podem maximizar a eficácia das suas recomendações, atendendo às seguintes sugestões:
  • Planifique as refeições, de modo a incluir uma vasta palete de cores e formas, atrativas à vista, e texturas e temperaturas diversas para apelar à língua
  • Aumente o sabor dos alimentos adicionando pequenas doses de ingredientes com muito sabor, como ervas frescas, especiarias e sumos de fruta (por exemplo de limão)
  • Estimule os indivíduos idosos a alternar entre alimentos com texturas, temperaturas e gostos diferentes
  • Seja aventureiro! Amplie os seus gostos para desfrutar de uma grande variedade de alimentos.

segunda-feira, 14 de julho de 2014


Pessoal o Trio está com uma cara nova - com os desenhos de Wés Gama, nosso restaurante ficou ainda mais aconchegante - tudo isso para você que nos prestigia, contamos com a presença de vocês aqui com suas sugestões e críticas ao nosso cardápio, sejam sempre bem vindos.
Simone Alves.
A gastronomia é uma aquisição. Uma vez assimilada, a pessoa não consegue se livrar dela, passa a ficar mais exigente e a buscar o prazer que a boa comida proporciona.
Josimar Melo - Crítico Gastronômico da Folha

domingo, 9 de março de 2014

Ai que saudade.... 
faz um tempinho que não escrevo aqui... mas estou de volta e com bastante novidades... o Trio Gourmet entra em seu terceiro ano de funcionamento e estamos muito feliz com os resultados, nossa jornada ate aqui foi composta pela confiança de todos os clientes e amigos. Nosso domingo é o dia em fazemos com maior variações de ingredientes para  atender os mais diferentes  paladares e gostos.
Esperamos Vocês.

Atenciosamente,

Simone Alves




Trio Gourmet Restaurante oferece aos seus clientes uma gastronomia de fusão com ambiente aconchegante e acolhedor, servimos um bufe variado para cada dia da semana.
Aceitamos encomendas para festas, jantares e eventos de grande ou pequeno porte.
Maiores informacoes 39221544